CUIDADOS COM O BEBÊ

Bebê com nariz entupido? Saiba o que fazer para ajudar

/
5 0
Tempo de leitura: 3 min

Um nariz obstruído, apesar de não ser perigoso e até bem comum durante o inverno, gera incômodo para o neném e para a mamãe. Mas afinal, o que podemos fazer para ajudar um bebê com nariz entupido?

A Laleblu preparou este material para auxiliar a mãe neste momento tão delicado e tão comum para os pequenos. Vem com a gente!

 

Causas da congestão nasal em bebês

O clima seco e frio, lugares muito fechados ou com poeira, alergia, gripe, resfriado e a poluição do ar são algumas das principais causas do problema. Ar-condicionado e aquecedores ressecam o ar e também podem contribuir para entupir o nariz da criança.

Além do incômodo natural causado por um nariz entupido, a congestão nasal também pode gerar ou aumentar as cólicas no seu pequeno, já que ele precisará respirar pela boca e, consequentemente, engolirá mais ar. Esse ar pode se transformar em gases, e a pressão gerada por eles no intestino darão início às cólicas. Bebês que ainda mamam no peito também podem sentir dificuldade para mamar.

 

Com evitar a congestão nasal no meu bebê?

  • Secar o bebê rapidamente após o banho e evitar que fique sem roupa;
  • Evitar ambientes muito fechados e aglomerações;
  • Evitar mudança brusca de temperatura (frio e vento);
  • Evitar ar-condicionado e aquecedores;
  • Manter o local onde o bebê fica sempre limpo;
  • Higienização nasal frequente (nariz limpo e sem secreções).

Como ajudar um bebê com nariz entupido?

Bebês não sabem assoar o nariz até por volta dos três anos, então você terá que ajudá-lo. Existem maneiras caseiras de fazer isso. Medicamentos só devem ser utilizados com orientação médica.

 

Banho morno: o vapor facilita a eliminação de secreções;

Aspirador nasal em formato de pera: bombinha vendida em farmácias e lojas de bebê. Deve-se apertar o corpo da bombinha a fim de tirar todo o ar de dentro e colocar a ponta na narina do pequeno, soltando em seguida. A secreção ficará retida no interior da bombinha;

Aspirador nasal em formato de seringa: também vendida em farmácias, o adulto controla a sucção do líquido com a boca. Com a cabeça do bebê inclinada para trás, aplique soro fisiológico no narizinho e, com cuidado, insira o canudo em uma das narinas, sugando os fluidos com a boca. Faça o mesmo na outra narina. Este tipo de aspirador possui uma trava para que as secreções não entrem em contato com a boca do adulto;

Travesseiro embaixo do colchão: uma alternativa bem caseira é colocar uma almofada embaixo do colchão, elevando a cabeceira e impedindo que a secreção fique acumulada na garganta do bebê;

Lavagem nasal com soro fisiológico: colocar uma gota dentro do narizinho, com o auxílio de um conta-gotas ou seringa, de 2 a 3 vezes ao dia. Use soro fisiológico. Água pode provocar irritações na mucosa nasal do bebê. Na falta de soro fisiológico, pode ser feito um soro caseiro, misturando uma colher de chá de sal para cada litro de água.

 

Por fim, é importante destacar que, caso a obstrução nasal persista, o melhor a fazer é procurar um médico.

Gostou desse conteúdo? Então siga a Laleblu no Instagram e receba mais dicas como essa!

Posts Relacionados
/

O enxoval do bebê é sempre uma questão que é pensada com muito carinho pelos papais. São tantos detalhes para se preocupar, como as cores, modelos, tamanhos, entre outras escolhas que é preciso fazer. No entanto, apesar desses fatores todos serem realmente importantes, ainda mais essencial é saber escolher o tecido certo para as roupinhas do bebê. Mas afinal, quais são os tecidos ideais para bebês?

0 0
/

Tem um animal de estimação e descobriu que vai chegar um novo integrante na família? Saiba quais os cuidados necessários para o seu bebê com um pet em casa. Juntos eles podem viver com muita harmonia!

0 0
Leave a Reply

Your email address will not be published.