LOOK DO BEBÊ

Moda para bebês: como escolher as roupinhas e deixá-lo estiloso

/
12 0
220902 moda para bebes como escolher as roupinhas e deixalo estiloso - Moda para bebês: como escolher as roupinhas e deixá-lo estiloso
Tempo de leitura: 6 min

Body, macacão, vestido, colete, casaquinho… Entre tantas possibilidades, fica fácil se perder na hora das compras! Para os papais e mamães de primeira viagem, parece difícil acreditar que serzinhos tão pequeninos já tenham tantas opções de looks e combinações, não é? Mas a moda para bebês é um universo amplo e diversificado.

Assim, para evitar que aquele guarda-roupa de bebê repleto de peças compradas com tanto carinho seja pouco funcional e só renda looks básicos, é preciso encontrar uma boa loja, com opções diversificadas e lindas.

Também é preciso ter em mente algumas informações e direcionamentos para as compras. Pois é justamente o que veremos aqui! Continue lendo para conferir algumas dicas de moda para bebês e monte um guarda-roupa apaixonante para o seu filho:

Planeje as cores

As listas de enxoval encontradas na internet costumam enumerar quantas calças, macacões e outros itens serão necessários nos primeiros meses de vida da criança. Mas, para que o guarda-roupa seja estiloso, é preciso ir um pouco além disso.

Pode parecer complexo, mas montar uma cartela de cores não só deixa a hora das compras mais focada e objetiva, como também torna o acervo dos pequenos muito mais funcional. Isso porque, com esse planejamento, fica fácil combinar as peças, e cada uma ganha várias opções de composições.

Você pode fazer a cartela de cores do bebê por conta própria — pensando nos tons que você mais gosta e que combinam entre si — ou encontrar algumas prontas na internet. O importante é mesclar cores mais vibrantes e chamativas com outras mais neutras.

Vale lembrar, aliás, que cores neutras não são só branco, preto e cinza, e que as combinações não precisam ser feitas somente entre uma cor mais forte com outras suaves e discretas. Às vezes, duas cores intensas se complementam e ficam muito bem juntas — como roxo e verde, por exemplo.

Comece pelo básico

Embora seja tentador sair colocando na sacola todos os vestidos com fuxicos e os macacões bordados e estampados, vá com calma! Comece pelo básico, pelas peças lindas, mas neutras e fáceis de combinar.

Escolhidas essas opções curinga do guarda-roupinha, fica simples comprar peças mais marcantes e ricas em detalhes, cores e texturas, pois você já terá em mente com o que pode coordená-las.

O que você já escolheu lhe ajuda a nortear novas compras. Então, ao se deparar com uma peça apaixonante, lembre-se do que você já escolheu e se pergunte, primeiro, se há algo muito parecido com aquilo. Depois, se há duas ou mais possibilidades de combinações.

Se, entre tudo o que já foi adquirido, você só conseguir encontrar uma opção de look para aquele casaquinho roxo com estampa de melancia, pode ser que ainda faltem peças básicas nesse guarda-roupa. Ou, então, aquela peça está destoando da linha que você vem seguindo na montagem do enxoval.

Nesse caso, é hora de pensar se vale a pena comprar mais calças e bodies para combinar com o casaco, ou se ele não é uma aquisição tão boa assim.

Busque referências

Às vezes, temos opções incríveis à mão, mas não enxergamos todo o seu potencial. Com isso, acabamos criando só looks básicos, ficando com a sensação de que faltam opções mais interessantes no armário — embora ele já esteja repleto delas.

Para fugir desse erro, uma boa dica é treinar o olhar.

Redes sociais como Instagram e Pinterest estão repletos de imagens de bebês e crianças pra lá de estilosas. Quer alguns exemplos? Dê uma olhada no perfil de Talita Ramos, mãe dos encantadores Bernardo e Bento, e também no Instagram de Patrícia Araújo, mãe das fofíssimas Giovanna e Júlia.

Observando as misturas de texturas, cores e estampas que esses pequenos cheios de charme costumam vestir, fica mais fácil ter ideias quando for a sua vez de montar looks de bebê!

Procure as tendências

Ser estiloso independe de seguir a moda para bebês, mas acrescentar uma tendência aqui, outra ali, pode sim deixar o visual dos pequenos mais criativo e divertido.

O norte para escolher quais tendências seguir deve ser sempre o gosto pessoal. Se você acha fofo ver mãe e filha com roupas iguais, por exemplo, não tenha medo de se jogar nessa moda! Está super em alta compor visuais coordenados entre pais e seus filhotes, e não é difícil encontrar opções encantadoras.

Outra ideia que está em alta o uso de estampas e de cores fortes. Vale apostar nas bolinhas, florais e na temática divertida, como ursinhos e animais da floresta. Elas não têm nada a ver com os clássicos tons pastéis das roupas de neném, mas ainda têm fofura e remetem à delicadeza dos bebês.

Os acessórios também merecem destaque, especialmente nos looks de meninas. Laços, faixas e lenços estão na moda, e há opções confortáveis especialmente para bebês. Para os meninos, acessórios de cabeça, como toucas, e também os babadores, deixam o visual mais encantador.

Evite apenas colocar acessórios rígidos ou com elásticos apertados, pois eles prejudicam a saúde do bebê. Tome cuidado, também, com pedrinhas, strass e outros tipos de apliques, que podem se descolar e ser ingeridos.

Evite exageros

É difícil resistir à fofura dos babados, laços e outros detalhes. No entanto, lembre-se: o estilo independe da quantidade de apetrechos que o neném carrega.

É perfeitamente possível ser estiloso sem exagerar. O minimalismo, inclusive, é um caminho de estilo! O que não vale é incomodar e prejudicar a liberdade de movimentos dos bebês em nome do visual. Em qualquer tendência, o conforto e a segurança dos pequenos devem ser prioridade.

Mantenha o guarda-roupa em ordem

Bebês perdem roupas muito rápido, especialmente nos primeiros meses de vida. Portanto, é preciso reorganizar as gavetas com regularidade para separar aquilo que já ficou pequeno e não vai mais ser usado.

Além de abrir espaço para o novo, fazer a energia circular e alegrar uma família que precise de doações, tirar do armário o que não serve mais nos permite ver com clareza o que temos e do que precisamos. Pense nisso!

Enfim, fazer compras é mesmo uma delícia — para montar o guarda-roupa do bebê, então, é melhor ainda! Mas, como vimos, é preciso manter o foco e seguir alguns critérios para não acabar montando os mesmos looks básicos de sempre quando o assunto é moda para bebês.

Também é fundamental ter uma boa loja para encontrar peças encantadoras e do jeito que você quer, certo? Então, se gostou deste post, aproveite para visitar a Laleblu e apaixone-se pelas roupinhas e acessórios!

Posts Relacionados
/

Body, macacão, vestido, colete, casaquinho… Entre tantas possibilidades, fica fácil se perder na hora das…

0 0
Leave a Reply

Your email address will not be published.